Transformando alimentos!

05/maio/2016

Olá, meninas!

 

Eu recebi algumas matérias do espaço de nutrição funcional Inspire Fit, e veio a calhar com umas matérias que vi com Nutricionistas na TV, de como transformar alimentos “gordos” em alimentos fit. 

A combinação de ingredientes é muito importante pra isso, e a gente não faz por falta de informação, mesmo! Deveríamos ter aula de nutrição desde o 1o. ano escolar, sério, acho mesmo! Saber, inclusive, os alimentos que tem potencial antibiótico, que faz bem pro sangue, memória, etc. o que a gente aprende é muito superficial.

Inspire Fit transforma alimentos vilões em heróis da dieta

Conheça os cinco alimentos que eram “gordos” e agora são magros e funcionais


Coxinha, Hambúrguer, Nhoque, Risoto e Escondidinho são os queridinhos da gastronomia, e também os vilões da dieta. Mas a chef Isabelle Baldi, da Inspire Fit  – espaço de nutrição funcional -, provou que é possível incluir esses saborosos pratos no cardápio do dia a dia, de forma saudável e sem prejudicar o corpo.

O segredo da chef é substituir. No lugar do arroz, o grão de trigo. A batata doce e a mandioquinha assumem o papel da batata comum. O pão branco dá lugar a uma massa especial, sem glúten, feita à base de polvilho e queijo proteico. E para o recheio, as carnes mais magras são preparadas cuidadosamente para não haver gordura.

A nutricionista Samanta Morelli Rodrigues, consultora da Inspire Fit, explica que as versões fit dessas comidas são elaboradas com ingredientes naturais, mais saudáveis e com menos gordura que os pratos tradicionais. “A farinha branca refinada e os carboidratos simples são substituídos por farinhas mais nutritivas à base de grãos proteicos e por carboidratos complexos que contem fibras em sua composição como a batata doce, a abóbora e o arroz integral. Além disso, por não conterem glúten e nem ovos podem ser consumidos por pessoas que são alérgicas a essas proteínas”.

Os ingredientes são todos escolhidos pela semelhança e também por seus benefícios. Dessa forma, os pratos se tornam funcionais e eficientes numa dieta saudável e fitness. “Essas refeições possuem maior quantidade de fibras provenientes dos carboidratos complexos e dos grãos. As fibras contribuem para eliminar a gordura ruim (LDL e triglicérides) e fazem com que a digestão do carboidrato seja mais lenta mantendo uma saciedade por mais tempo. Elas ainda colaboram para um bom funcionamento intestinal. As preparações também são boas fontes de proteínas que são responsáveis pela construção e regeneração da massa magra e também proporcionam maior saciedade, mantendo o apetite sob controle”, ressalta a nutricionista.

Mesmo com as adaptações, a chef Isabelle garante que cada um desses pratos se manteve saboroso. Todos são temperados com sal do himalaia, flor de sal e ervas frescas e selecionadas. De acordo com Samanta Morelli, o sal rosa do Himalaia contém mais nutrientes e eletrólitos que o sal refinado. “Ele possui os mesmos 84 minerais e elementos que são encontrados no corpo humano incluindo o cloreto de sódio, potássio e magnésio, necessários para o bom funcionamento do organismo. Além disso, quando utilizamos esse sal, ingerimos menos sódio por porção do que o sal de mesa habitual, porque ele é menos refinado e os cristais são maiores”.

Hoje já vou passar pra vocês como fazer o hamburguer e a coxinha fit, eu já faço hamburguer em casa, sem conservantes, sem sopa de cebola, sem nada artificial, mas vou testar essa receita também.

O hambúrguer é preparado com 100% de patinho, a carne mais magra. É recheado com creme de ricota e não leva ovo. Com pimenta branca e sal do himalaia, a carne é temperada na hora. Também há a opção de hambúrguer de frango.

Sem glúten, o pão é feito com polvilhos azedo e doce e queijo meia cura. Na Inspire Fit o cliente ainda pode escolher três sabores: Integral de grãos, alho poró e manjericão e tomate seco.

Hambúrguer fit 2

Coxinha fitSem farinha e sem ovos, a massa leva apenas batata doce e grãos. Para aqueles que não gostam de batata doce, também há a opção feita com mandioquinha e grãos. Nessa versão, vai ovo e farinha de arroz. A coxinha fit é empanada com farinha de linhaça e assadas em um forno especial que possibilita a mesma textura das tradicionais coxinhas fritas.

Coxinha fit

Para agradar a todos, a chef Isabelle criou 5 sabores: frango, palmito, cogumelos, salmão e carne seca.

Receita da Coxinha Fit

Ingredientes Massa:

5kg batata doce

150g de linhaça

100ml de azeite

1 colher de chá de sal

Modo de preparo:

Amassar a batata doce depois de cozida e deixar esfriar durante uma hora. Misturar todos os ingredientes, separar por porções de 150g, rechear com 40g de frango. Fazer em forma de coxinha, passar no ovo e empanar na farinha de linhaça. Assar por 10 min.

Na próxima semana vou passar pra vocês a receita do nhoque.

Acho bem legal essas ideias, não por emagrecer, mas por serem formas de combinar ingredientes deixando a comida mais saudável e com algum potencial (funcional). Nesse caso, cada ingrediente tem uma função: os grãos pra trabalhar o intestino, a coxinha ser assada não retem a gordura da fritura, a batata doce/mandioquinha dão bastante saciedade, muito mais que a farinha branca.

E pra quem não tem tempo de preparar/testar essas receitas, tem pra comprar na Inspire Fit

Sobre a Inspire Fit

O espaço de nutrição funcional oferece refeições saudáveis e conta com produtos naturais, orgânicos, suplementos alimentares e esportivos, e atendimento de profissionais da saúde. Mais informações pelo site:http://www.inspirefit.com.br.

Endereço: Rua Itaqueri, 1262, Mooca – SP.

Telefone: (11) 2776-3538.

Horário de funcionamento: Segunda a Sexta das 08h às 00h / Sábado das 09h às 18h

bjokas,

Van

**Este não é um publipost.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
© 2015 | Todos os direitos reservados | por DNA Comunicação